Translate

domingo, 5 de julho de 2015

FRASE

“Há anos, num debate, Lula me chamou de o maior latifundiário do Brasil. Hoje, sou um chacareiro perto do Lulinha”,

Ronaldo Caiado, senador (DEM-GO), lembrando debate na campanha de 1989.

CELSO RIVELLO PODE SER A SURPRESA PARA 2016

Muitos falam que chega de médicos na prefeitura, isso lembrando a atual e criticável administração do prefeito Cláudio e a anterior do Celso Rivello. Mas, são dois casos distintos. O Celso deixou a prefeitura com injusta fama de fraco administrador porque enfrentou uma oposição ferrenha dos vereadores, mas honesto. Celso tem muito carisma, e mesmo longe das urnas ele tem cacife de 10 mil votos fáceis. Com isso iniciou-se no PTB e amigos uma tentativa que ele saia candidato a prefeito procurando mostrar a experiência ganha neste período, e o mais importante: a alta rejeição do atual prefeito. Estimam que em uma primeira fase ele dobre a quantidade de votos, isso porque o povo aprova o seu caráter. O Celso nada comenta, apenas esboça o seu leve sorriso.

Aécio fica no comando tucano com 2018 incerto

Aécio fala à imprensa após derrota no segundo turno das eleições presidenciais de 2014 (Foto: Marcos De Paula / Estadão)
Aécio fala à imprensa após derrota no segundo turno das eleições presidenciais de 2014 (Foto: Marcos De Paula / Estadão)

Líder com melhor desempenho em disputas presidenciais, senador já não é consenso
Pedro Venceslau, O Estado de S. Paulo 

Oito meses depois de receber 51.041.010 no 2.º turno da eleição presidencial do ano passado e sair consagrado como o tucano que teve o melhor desempenho eleitoral desde a eleição de Fernando Henrique Cardoso para o Palácio do Planalto, o senador Aécio Neves (MG), de 55 anos, será reconduzido hoje a mais um mandato à frente do PSDB com o desafio de se manter como principal líder da oposição ao governo Dilma Rousseff num País cada vez mais insatisfeito com a gestão da presidente.
No entanto, ao contrário do que ocorreu em 2013, quando assumiu pela primeira vez o comando do partido já em clima de pré-campanha presidencial, Aécio não é mais um nome de consenso para a disputa de 2018. Os ritual preparado pelo cerimonial tucano para a convenção nacional do partido, que será realizado em um hotel de Brasília, deixa isso claro.
Conforme o combinado, o senador mineiro e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, chegarão juntos ao evento. Os dois subirão ao palco ladeados pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e farão discursos pregando a unidade partidária. “A nossa unidade é o principal combustível para vencer as eleições. O candidato do PSDB a presidente surgirá no momento certo, que não é agora, e será aquele que tiver as melhores condições”, diz Aécio.

PULGUINHA ACENDENDO VELA PARA OS DOIS LADOS

Uma foto batida no Centro Administrativo em construção em Três Corações mostrava o prefeito abraçado ao Dr. José Jamil e ao Pulguinha; todos bem a vontade e sorrindo.
A foto pegou muito mal junto ao PSDB onde o Pulga é o presidente, e cópia da foto já foi enviada para Belo Horizonte.

GRANDES FRASES DA "PRESIDENTA"

Bem diletos leitores e amigos. Nesses dias de surpresas acintosas nada melhor do que iniciar o dia rindo. Vamos lá.

GRANDES FRASES DA “PRESIDENTA”

18º lugar.
“Eu sempre escuto os prefeitos. Por que é que eu escuto os prefeitos? Porque é lá que está a população do país, ninguém mora na União, ninguém mora… “Onde você mora?” “Ah, eu moro no Federal”.
17º lugar.
“A única área que eu acho, que vai exigir muita atenção nossa, e aí eu já aventei a hipótese de até criar um ministério, é na área de… Na área… Eu diria assim, como uma espécie de analogia com o que acontece na área agrícola.”
16º lugar.
“A mulher abre o negócio, tem seus filhos, cria os filhos e se sustenta, tudo isso abrindo o negócio.”
15º lugar.
“A Zona Franca de Manaus, ela está numa região. Ela é o centro dela porque ela é a capital da Amazônia.”
14º lugar.
“Vamos dar prioridade a segregar a via de transporte. Segregar via de transportes significa o seguinte: ou você faz metrô, porque o metrô… porque o metrô, segregar é o seguinte, não pode ninguém cruzar rua, ninguém pode cruzar a rua, não pode ter sinal de trânsito, é essa a ideia do metrô. Ele vai por baixo, ou ele vai pela superfície, que é o VLT, que é um veículo leve sobre trilho. Ele vai por cima, ele para de estação em estação, não tem travessia e não tem sinal de trânsito, essa é a ideia do sistema de trilho.”
13º lugar.
“Tudo o que as pessoas que estão pleiteando a Presidência da República querem é ser presidente.”
12º lugar.
“Eu vi. Você veja… Eu já vi, parei de ver. Voltei a ver e acho que o Neymar e o Ganso têm essa capacidade de fazer a gente olhar.”
11º lugar 
.... “Eu quero adentrar pela questão da inflação, e dizer a vocês que a inflação foi uma conquista desses 10 últimos anos do governo do presidente Lula e do meu governo.”
10º lugar.
“Eu também vou falar… Eu vou falar pouco. Vou explicar por quê: todo mundo, antes de mim, disse que ia falar pouco, não é? E aí, tinha uma senhora ali, na frente, que falou o que todos nós estamos sentindo. Ela disse assim: “Eu estou com fome”. E eu vou levar em consideração ela, que falou uma coisa que todo mundo está pensando, mas não está falando.”
9º lugar.
“A autossuficiência do Brasil sempre foi insuficiente.”
8º lugar.
“Em Portugal, o desemprego beira 20%. Ou seja, 1 em cada 4 portugueses estão desempregados.”
7º lugar.
“Primeiro, eu queria te dizer que eu tenho muito respeito pelo ET de Varginha. E eu sei que aqui, quem não viu conhece alguém que viu, ou tem alguém na família que viu, mas de qualquer jeito eu começo dizendo que esse respeito pelo ET de Varginha está garantido.”
6º lugar.
“Em Vidas Secas está retratado todo problema da miséria, da pobreza, da saída das pessoas do Nordeste para o Brasil.”
5º lugar.
“O meio ambiente é sem dúvida nenhuma uma ameaça ao desenvolvimento sustentável.”
4º lugar.
“Eu quero, então, voltar aonde eu comecei. Eu vou falar agora que aqui tem 37 municípios. Eu vou ler os nomes dos municípios, porque eu acho importante que cada um de vocês possam (sic) se identificar aqui dentro e, por isso… Eu ia ler os nomes, não vou mais. Por que não vou mais? Eu não estou achando os nomes. Logo, não posso lê-los.”
3º lugar.
“Eu ontem disse pro presidente Obama que era claro que ele sabia que depois que a pasta de dente sai do dentifrício ela dificilmente volta pra dentro do dentifrício. Então que a gente tinha de levar isso em conta. E ele me disse, me respondeu que ele faria todo esforço político para que essa pasta de dente pelo menos não ficasse solta por aí e voltasse uma parte pra dentro do dentifrício.”
2º lugar.
“Eu estou muito feliz de estar aqui em Bauru. O prefeito me disse que eu sou, entre os presidentes, nos últimos tempos, uma das presidentes, ou presidentes, que esteve aqui em Bauru.”
E finalmente, o 1º (ríssimo) lugar.
“Se hoje é o dia das crianças, ontem eu disse que criança… O dia da criança é dia da mãe, do pai e das professoras, mas também é o dia dos animais, sempre que você olha uma criança, há sempre uma figura oculta, que um cachorro atrás."
--Enviado do aplicativo myMail para Android

sábado, 4 de julho de 2015

ESTE BLOG E OS ANÔNIMOS

Finalizando, as postagens e comentários alegados como desonhosos pelo advogado do prefeito (todos já estavam moderados -retirados- a pedido do juízo criminal, e esconderam isso maliciosamente e criminosamente da MM Dra. Lizandre para fechar o Blog), acrescento que em todas as postagens e comentários dos anônimos nada se falou da família do prefeito. Não se falou de sua esposa e filhos, sempre respeitando a sua privacidade como pai e esposo. Todas as críticas foram feitas como homem público, prefeito de Três Corações, que na minha opinião, reafirmo, ele não mostrou competência para o honroso cargo.
Nenhum anônimo, nunca fez apologia da violência, racismo, incitação à guerra, a homofobia, etc. Sempre falaram do Cláudio como prefeito. Ele se elegeu com a bandeira da esperança e com muitas promessas. Logo ao assumir, para espanto de todos, inchou a prefeitura de cabos eleitorais, contratados, praticamente estourando a Folha de Pagamento, fez sim licitações duvidosas, a saúde não funciona, faltam remédios, maquinários, a cidade está pessimamente cuidada, protege bandidos, enfim, a única voz do povo é praticamente este Blog. Eu procuro moderar, posso falhar em um ou outro (mesmo porque às vezes o que é criticável para uns para outros não são), afinal tenho cerca de 30 mil comentários publicados nestes três anos de vida,  e noto com satisfação que com o tempo, com o costume, as palavras fortes estão rareando, a discussão melhorou de nível. Para justificar o anonimato basta lembrar que a Prefeitura é o maior empregador de Três Corações, e sempre alguém tem algum parente empregado que pode ser penalizado por um comentário. Quantas ações nefastas foram denunciadas por este Blog com a colaboração dos anônimos.

Tirar a voz de um anônimo enquanto houver uma criança sem leite ou uma anciã que não consegue pagar seu medicamento, a sociedade não pode se calar.

RÁDIO PEÃO DESABAFA PARA SEUS OUVINTES EM TRS CORAÇÕES 10 (FINAL)

BEM DILETOS AMIGOS E LEITORES. ESTE É UM OUTRO COMENTÁRIO MODERADO A PEDIDO DA LIMINAR DO JUIZADO CRIMINAL. A MODERAÇÃO (...) ESTÁ NO ÚLTIMO PARÁGRAFO. MAIS UMA VEZ O ADVOGADO DO PREFEITO (COMO EM TODAS AS POSTAGENS) INDUZIU MALICIOSAMENTE A MM JUÍZA DRA. LIZANDRE AO ERRO, AFIRMANDO EM SUA PETIÇÃO QUE EU DESRESPEITEI O JUÍZO CRIMINAL AO NÃO RETIRAR OS COMENTÁRIOS E POSTAGENS APONTADAS. ESPERO QUE A MM JUÍZO ENVIE UMA NOTIFICAÇÃO A OAB PARA AVALIAR O CASO QUE A MEU VER A MENTIRA PLANTADA EM JUÍZO É UMA CASO MUITO SÉRIO. AFINAL, ESSE FOI O MOTIVO QUE A LEVOU AO PEDIDO PARA O GOOGLE FECHAR O BLOG. MESMO PORQUE AQUI ESTÁ OCORRENDO UM BIS IN IDEM, EIS QUE TUDO O QUE FOI PEDIDO PELO JUÍZO CRIMINAL FOI CUMPRIDO.  

"Imagine o seguinte cenário: com o preço dos combustíveis nas alturas, se cada funcionário da prefeitura nossa de cada dia pudesse usufruir de um veiculo para leva-lo todos os dias à porta de casa. Impensável? Não você não esta louco não, pois esta benesse com o dinheiro publico é concedida a alguns ou muitos dos funcionários da PMTC, levar e buscar filhos, esposas e parentes a toda sorte de lugares e comum, comprar drogas também. 

Agora o maior escarnio é o antigo cozinheiro do Nivaldo ter um veiculo exclusivo para leva-lo em casa, e outras vezes para encontros..., parece brincadeira mas não é. Três Corações esta no fundo do poço”. 
E continua a prestigiosa Rádio: “Infelizmente este é o retrato deste desgoverno, onde não se compra uma peça de manutenção há cinco meses, onde não se tem 6% do dissidio coletivo que consta em lei, onde não se tem EPIs (material de segurança), pasmem ultima compra deste material se deu em 2008, uma vergonha, até para os mais céticos. 

Este desabafo é para que esta (...) que se apossou do poder coloque as barbas de molho; a voz rouca das ruas se tornará ensurdecedora, e vocês irão queimar no quinto dos infernos, por que o sexto ainda não foi inaugurado".

Esta é a frase já moderada, que o advogado Rinaldo maliciosamente afirmou que não para a MM Juíza.

QUE PREFEITO É ESSE ou que advogado é esse

Que prefeito é este?

Aqui ele posou para a foto
O prefeito de Três Corações mostra um comportamento confuso aos olhos do bom observador. Para ele não! Para ele está tudo cor de rosa, parecendo que vive em outro mundo. Agora deu de falar que é o melhor prefeito que Três Corações já teve em sua história, como já divulgou nas rádios tricordianas; e fala com a convicção de que realmente é verdadeira a sua afirmação, mas todos sabem que é justamente ao contrário. É o pior deles! Fato lembrado por estudiosos e historiadores da cidade.

Porque age assim? Não sei; eu já disse que ele se comporta como (...) e (...), sim, um (...), que agora acredita que todos estão contra sua administração, não o deixando trabalhar em paz. Parece que criou uma realidade paralela só para ele e vive nela, eis que tudo é culpa de alguém, mas nunca dele.
Convive com traficantes, ladrões e gente da pior espécie que estão tanto mal fazendo para Três Corações; servidores (não efetivos) que por ele são tratados como grandes generais, como o personagem Rubião em seu destino, no famoso livro de Machado de Assis.

Esta postagem é de suma importância. Todos os leitores e amigos sabem que os três pontinhos entre parenteses significa que o comentário foi moderado. Sim, ele foi moderado quando o mesmo Advogado Rinaldo pediu que assim fosse na sua petição criminal. Assim foi feito! Agora, maliciosamente ele enganou a Dra. MM Juíza Lizandre Borges Fortes da Costa afirmando que eu não cumpri decisão liminar do juizo criminal em não retirar as postagens e comentários apontados. A fama desse advogado é conhecida, mas que tivesse coragem em enganar uma Juíza para conseguir algo ilegal é coisa que merece punição severa.

Bem, na moderação estava escrito MEGALOMANÍACO, MITÔMANO E UM MENTIROSO. AGORA PRESTEM ATENÇÃO NA PALAVRA QUE ANTECEDE OS ADJETIVOS, QUAL SEJA: ELE SE COMPORTA. Então eu não disse que ele era aquilo ou isso, mas sim que se comportava dessa forma ao dizer que ele é o melhor prefeito da história de Três Corações. Estou errado?

PREFEITURA MANTÉM CRIADOURO DE DENGUE EM TRÊS CORAÇÕES E NADA FAZ

Olhem a matéria que o Prefeito se insurge. É espantoso! O próprio teor da matéria mostra o desrespeito do senhor prefeito para com a população. É isso que ele não quer mostrar. (24/3/2015)

Hoje a EPTV mostrou como está o depósito de pneus em Três Corações. A matéria foi até leve, considerando que o Prefeito é médico, e como tal deveria zelar pela saúde da população. Aquilo lá tem mais de mil pneus jogados e muito entulho. 
A SECOM Jogou a culpa em uma empresa que tem contrato com a Prefeitura, fácil né, aliás é que vem fazendo o prefeito: a culpa é dos outros.

O Nelson Delú nada fala. Então quer dizer que fizeram um contrato sem qualquer cláusula penal em caso de não recolherem os pneus? Contra outra! A cada dia que passa esse prefeito mostra que não tem competência para nada, e nem moral para mandar nos seus secretários. Com a dengue batendo em nossas casas, com uma morte na cidade, aquele depósito é um criadouro de larvas da Dengue. É o fim! Que prefeito é esse?


PREFEITO REVELA SEU LADO HUMILDE NA TROPICAL

No 25/3/2015 este Blog postou: Ufa! Pensei que o prefeito se julgasse Deus, mas finalmente, muito humildemente, ele se comparou 'apenas' a Jesus Cristo durante a sua entrevista de hoje (25) na Rádio Tropical.
Completando: seria de grande importância que os leitores e amigos enviassem para esta postagem perguntas que gostariam que o prefeito respondesse e que não foram perguntadas na Tropical.

Ora, o prefeito se insurge contra a frase em azul, que nada tem de afrontoso. Querer fechar o Blog por frases desse tipo e as anteriores é até acintoso.

A ESCURIDÃO DOMINA TRÊS CORAÇÕES

Com o título acima, em 18/3/2015 o Blog informava que a licitação ganha por uma empresa de Betim provavelmente foi dirigida. A Cotransin entrou com uma impugnação é mostrou item por item que a prefeitura deu total poderes a empresa de Betim, inclusive deveres seus. O Promotor de Justiça Dr. Victor Hugo não aceitou a homologação da Prefeitura, mas o Dr. Márcio Vani Bemfica aprovou.
Se os vereadores não estivessem alheios as suas reais funções jamais aprovariam a licitação ganha. Quem desejar deve ler as duas licitações e entender porque a CIP Contribuição de Iluminação Pública está sujeito a aumentar cada vez mais.  

É isto que o Prefeito não quer que o Blog mostre. Eu digo que a licitação foi provavelmente dirigida e eles não provam o contrário, somente falam que eu ataquei a honra do prefeito.

DO LEITOR


Claudicante: o prefeito do diálogo não quer saber de conversa; gasta quase 1 milhão de reais/ano de dinheiro público em propaganda, e sua imagem não resiste a um blog e a comentários anônimos. Eis o jovem político tricordiano que, no auge da Lava Jato, abraçou o PMDB. Um idealista? Sim, mais um. As penas amestradas que o co-memorem.

O PREFEITO E A BURRA E OS CAMINHÕES

Este blog postou em 19/3: O Prefeito vai entregando Três Corações para o PT e o PMDB
Aqui o Blog comenta a influência do secretário de Governo de Minas Odair Cunha -que já mentem dois secretários no governo de Três Corações - e sua ida para o PMDB. Ao final digo: "ele aposta que essa coligação que domina o nosso Brasil varonil vai quebrar o seu galho e encher de dinheiro a sua 'burra', para a alegria geral daquela 'thurma'.
Mais adiante o Blog continua: " recentemente o governo federal mandou patrol e caçambas para várias cidades da região, e muitas delas não são petistas, e nada veio para cá. Aqui ele foi atrás de empréstimos, fez licitações como gosta, e financiou caminhões e patrol.

Pois bem leitores e amigos, aonde está nas frases grifadas o ataque a honra do prefeito? 
Burra é a fêmea do burro, mas também é uma caixa usada para guardar dinheiro e valores.
A última frase é verdadeira, nada ganhou do governo e preferiu comprar. Resultado: os caminhões pouco rodam e estão sempre quebrados. Essa é a verdade.


O PREFEITO DE TRÊS CORAÇÕES E A ENQUETE

Depois de dedicar as primeiras 11 páginas á CM Souza, ele investe em uma enquete feita por este Blog no dia 25 de Março de 2015: PARTICIPE DE NOSSA ENQUETE: Bem diletos leitores e amigos. Vamos fazer a seguinte enquete para amainar as dúvidas da comunidade, qual seja: O prefeito Cláudio voltou a usar a Rádio Tropical para a sua campanha política? Que mal há em fazer enquetes, se todos os jornais, blogs, rádios fazem? Por acaso o prefeito tem a fita gravada para mostrar o contexto aonde as palavras foram ditas? O povo tem quer se comportar como um cordeirinho que segue em fila certinho até a câmara de gás, como faziam os judeus, sem protestar?

O PREFEITO DE TRÊS CORAÇÕES E A CM SOUZA

Bem diletos leitores e amigos. Enquanto a Ação do Prefeito acatada pela juíza da 3ª Vara Civel de Três Corações, Dra Lizandre Borges não chega ao Google, vamos postando e cumprindo a nossa missão, de bem informar o leitor.
Bem, inicialmente o prefeito diz que este Blog fez uma publicação caluniosa a respeito do Carnaval pela CM Souza, inclusive na parte que pagaram para um dos irmãos Toledos para sair fora da licitação então dirigida. Aqui acho que o advogado do prefeito e o próprio estão sofrendo com amnésia, isso porque o Ministério Público recomendou o cancelamento da licitação, o que foi feito. Sobre esse assunto é até perda de tempo falar. O MP tem até o cheque que um elemento da CM Souza deu para o Sandro Toledo para sair da licitação. Álias, a Polícia Federal prendeu toda a direção dessa empresa o mês passado por licitações dirigidas junto a várias prefeituras da região.

É isso que o prefeito não quer que se comente...

sexta-feira, 3 de julho de 2015

PREFEITO DE TRÊS CORAÇÕES E O BLOG 2

Bem leitores e amigos. O Jornal Folha do Sul e depois este Blog foram os primeiros as noticiarem que o prefeito de Três Corações, Cláudio Cosme Pereira de Souza, falsificou Guias do INSS para desviar dinheiro do SUS. Parte dessas guias deram início a uma Ação Penal por Estelionato Majorado que se encontra em fase final para julgamento no TRF1. Outras 35 guias também falsificadas a Polícia Federal, a pedido do Ministério Público Federal, está investigando. Já conversou com várias pessoas e novidades podem ocorrer a qualquer tempo.
É isso que o prefeito quer calar.

Recentemente um trabalho do jornal Folha do Sul e deste Blog mostrou a entranhas da bandidagem no almoxarifado de Três Corações, na compra de peças superfaturadas, inexistentes, peças compradas e não entregues, e favorecimento a empresas, etc... O fato deu origem a dois procedimentos pela Promotoria, a)uma ação por improbidade administrativa contra o secretário de Obras, Denis Leonardo, e também uma ação criminal contra o mesmo.
O prefeito sabia de tudo, e ainda promoveu o Dênis.
É isso que o prefeito quer calar.

É bom frizar que o advogado do prefeito (Dr. Rinaldo) mentiu para o juízo quando disse que não foi retirado comentários referente ao processo 0693.15.005136-7. É a mais pura inverdade. Todos foram retirados dentro do prazo (basta ver a data em que fui intimado), e não ocorreu nenhum desrespeito ao judiciário, tanto é que o Juízo Criminal não se posicionou a reste respeito.
É com mentira que o prefeito quer nos calar

No mais, a saúde está ótima, remédios não faltam, a cidade está bem cuidada, o lixo recolhido, todos tem empregos, as professoras estão satisfeitas, até casa para traficante nós pagamos a reforma. Estamos no melhor do mundo. A popularidade do prefeito (conforme pesquisas) só não é maior que seu ego.

PREFEITO DE TRÊS CORAÇÕES PEDE AO GOOGLE RETIRAR ESTE BLOG DO AR

Bem diletos leitores e amigos. Vai chegando o ano eleitoral e com ele todos os 'espertos' procuram se proteger para que nada impeça a sua vontade política, de poder. Estou falando do prefeito de Três Corações, Cláudio Cosme Pereira de Souza, que já move uma ação indenizatória por perdas e danos, e uma outra criminal (injuria, calunia, difamação) contra este Blog.

Agora, ele acaba de entrar com outra ação conta o Google e a mim, buscando calar este Blog e a voz da comunidade. A Juíza da 3ª Vara Civil de Três Corações, Dra. Lizandre Borges Fortes da Costa Figueira, aceitou os argumentos do prefeito e já deferiu ordem para o Google tirar o Blog do Paulão do ar.
É um desserviço contra a democracia praticado pelo prefeito, que se apegou a meia dúzia de palavras em um universo de 28.795 comentários. É triste!

quinta-feira, 2 de julho de 2015

NOTA DO SENAC EM RELAÇÃO AS DUAS GARIS QUE DESEJAM USAR O BANHEIRO


Cordialmente,

assinatura.png

Diego de Campos Tomáz
Analista de Marketing e Comunicação
Regional Sul/Sudoeste
Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial – Sistema Fecomércio Minas
Contatos: (35) 2103 2534
Ramal Senac #5042534 / E-mail: diego.tomaz@mg.senac.br
Nossos sites: 
www.mg.senac.br  /  www.descubraminas.com


Nota de Esclarecimento

Em relação à nota publicada pela Folha do Sul de Minas Gerais, edição de 1º de julho, o Senac esclarece que o controle de acesso às dependências das unidades do Senac é uma questão de organização e visa resguardar a segurança dos alunos, a maioria menores de idade, funcionários e clientes.A entrada é permitida exclusivamente a este público, quando devidamente identificados.

Em nenhum momento houve discriminação aos garis ou qualquer pessoa na unidade Senac Três Corações, como informou a Folha do Sul de Minas Gerais, na edição do dia 1º de julho.

Assessoria de Imprensa do Senac em Minas – 02.07.2015

Dirceu entra com pedido de habeas corpus preventivo para não ser preso

Advogados alegam que petista está na ‘iminência de sofrer constrangimento ilegal’
Sérgio Roxo, O Globo
Advogados do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu entraram, na manhã quinta-feira, com um habeas corpus preventivo para que ele não seja preso na Operação Lava-Jato. A petição foi apresentada ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre.
A informação foi confirmada pela assessoria de Dirceu. Alegando que o petista está na “iminência de sofrer constrangimento ilegal”, a defesa do ex-ministro - liderada pelo advogado Roberto Podval - pede que o tribunal conceda “ordem de habeas corpus, evitando-se o constrangimento ilegal e reconhecendo o direito do paciente de permanecer em liberdade”.
— A gente achava que era possível, na verdade mais do que possível (a prisão do ex-ministro). Pelas informações que nos chegaram pela imprensa, a prisão era anunciada devido ao próprio mecanismo usado pela Polícia Federal e pela Justiça Federal. Todos os outros (citados) tiveram a prisão decretada. E a gente decidiu que não iria ficar passivo aguardando uma ilegalidade acontecer — disse Podval.

PREFEITO DE TRÊS CORAÇÕES VIAJOU PARA SANTOS?

Comentários ontem falavam que o prefeito e a secretária Julinda estavam em Santos SP, no entanto não informaram o motivo da viagem, se de fato aconteceu. Caso algum leitor ou amigo souber, por favor, esclareça-nos.

ACE: SEBRAE HOJE


DO LEITOR: VACINA DEIXA CÃO CEGO

Paulão estou fazendo contato por aqui pois seu Blog tem uma enorme visualização, por isso queria te comunicar um fato e pedir por favor se puder postar em seu blog agradeceria. DOS FATOS- ONTEM UM CACHORRO NA CASA DA MINHA MÃE RECEBEU A VACINA ANTI RÁBICA E Após a aplicação o cão ficou cego. Fiz contato com o veterinário da prefeitura ele foi curto, grosso e sem educação dizendo que afirma com convicção não foi reação adversa da vacina, caso por ventura seja reação da vacina outros cães estarão em risco por isso. Por isso peço ao senhor se puder divulgar para que outras pessoas observem seus cãos agradeço.

quarta-feira, 1 de julho de 2015

TRÊS CORAÇÕES: O ARCO CIRÚRGICO E OS POLÍTICOS

Já no dia 15/2/2013 a diretoria do Hospital São Sebastião se reuniu com o então deputado federal Odair Cunha (PT/MG) solicitando recursos para a compra de aparelho Arco Cirúrgico, mas até hoje, passados mais de dois anos, nada foi conseguido pelo hoje secretário de Governo de Minas. 

Este Arco é um é um equipamento de radiologia portátil que posicionado sobre o paciente gera a imagem radiológica da região de interesse, digitalmente e em tempo real, durante a cirurgia. Possibilita uma melhor percepção da dimensão de profundidade e uma visualização mais precisa e nítida, o que favorece os procedimentos de diagnósticos e terapêuticos. É indicado especialmente na realização de intervenções de maior complexidade, como em Cardiologia, Cirurgia Vascular, Ortopedia, Neurologia, Urologia, Gastroenterologia, Cirurgia Geral, entre outras.

Muito bem, isso mostra que nem sempre o político consegue ou não se interessa em conseguir um benefício importante para a saúde da população, junto ao governo.

Por outro lado há políticos que possuem grande fortuna pessoal e que levam o nosso voto, como exemplo próximo temos a deputada Dâmina Carvalho (PMN/MG) que tanto fala em melhorias hospitalares, até mesmo para o hospital São Sebastião, mas até hoje sequer veio a Três Corações, depois de eleita. A Pergunta: ante a sua imensa fortuna pessoal não poderia a deputada doar para o Hospital São Sebastião esse Arco Cirúrgico? 

A deputada Dâmina já fez uma emenda ao orçamento destinando R$ 15 milhões em asfalto Para Três Corações, parece-me para ser usado próximo aos loteamentos do seu marido Carlos Alberto, mas ficou só nisso. Uma pena!

BOLETIM ACE: AMANHÃ (2/7) SEBRAE


SENAC DE TRÊS CORAÇÕES PROÍBE GARIS DE USAREM O SANITÁRIO

Olha ai um caso triste de preconceito feito por uma entidade que vive sob doação de empresas do comércio, no caso o SENAC. Duas garis pediram para usar o sanitário e foram barradas na portaria por uma funcionária, um caso lamentável, típico de falta de educação, que culminou com humilhação e preconceito a duas trabalhadoras.
É isso: + educação + trabalho + para quem quer crescer?

Dilma e Ricardo Pessoa batendo o martelo. Negócio fechado?

Lançamento da pedra fundamental do Estaleiro Paraguaçú, em 2013. Sem receber da Sete Brasil, já demitiu 7.200 trabalhadores. O empreendimento é da Odebrecht, OAS e UTC. O furo da foto foi do Antagonista, do Mainardi e do Sabino.

Dilma Rousseff afirmou que nunca esteve com Ricardo Pessoa, aquele empreiteiro que, ameaçado pelo tesoureiro do PT de perder negócios, teve que pingar R$ 7,5 milhões na campanha da presidente. À esquerda, vemos Dilma com o martelo na mão. O terceiro, à direita, é Ricardo Pessoa, também com um martelo na mão. Bater martelo é fechar negócio. Dilma não somente esteve com Pessoa, como também fechou "alguns" negócio com ele.

Alunos do Grupo Unis visitam maior feira de franquias no mundo

Um grupo de alunos do Centro Universitário do Sul de Minas visitaram a ABF Franchising Expo. Promovida pela Associação Brasileira de Franchising, mais de 400 expositores interessados marcaram presença, todos interessados em vender franquias aos empresários de todo o Brasil.

Alunos dos cursos de Processos Gerenciais, Administração Comércio Exterior, Logística e Publicidade e Propaganda puderam conhecer as estratégias das empresas expositoras, além de identificar novas oportunidades de negócio. “Foi uma oportunidade para os universitários visualizarem na prática os conhecimentos trabalhados em sala nas disciplinas empreendedorismo e gestão de marketing.

Em nossos cursos incentivamos os alunos a montarem seus próprios negócios. Neste sentido a Feira foi uma chance fantástica para os universitários analisarem a viabilidade de novos projetos e a repercussão dos mesmos no mercado, vivenciando, assim, empreendedorismo na prática”, relata coordenador da Gestão de Educação e Negócios, Prof. Luiz Gonzaga, que acompanhou os estudantes no evento.

Informativo: fechado a comentários

terça-feira, 30 de junho de 2015

BOLETIM ACE: ENTRE EM CONTATO


DO LEITOR - TRÊS CORAÇÕES: CAMINHÕES DE LIXO E A MÁ ADMINISTRAÇÃO

Ao não calcular, planejar e mesmo primariamente estruturar um departamento que viesse cuidar da coleta do resíduo sólido e hospitalar de nossa cidade, a atual administração deu mais uma vez mostra da incompetência que lhe é peculiar.
Há anos os serviços urbanos são comandados pelo notório Nivaldo lúcio da Costa, um cidadão suspeitíssimo, vide seu envolvimento na roubalheira em outra gestão.
Diversos fatores contribuem para que, mesmo com apenas dois caminhões compactadores, a coleta não funcione; citemos dois desses fatores: falta de treinamento de motoristas e garis, e ausência de logística.
Como conseqüência a sociedade que financia este desgoverno fica a mercê de toda sorte de situações .
Que deus nos livre deste mal.

GRUPO UNIS 50 ANOS


Lula tornou-se um líder com receituário vencido

Atordoados com o cheiro de enxofre que emana dos inquéritos da Lava Jato, deputados e senadores do PT reuniram-se com Lula na noite passada. Buscavam orientação. Encontraram um líder desorientado. Para evitar grampos companheiros, recolheram-se os celulares. A providência se revelaria premonitória. Evitou-se o registro em áudio de um Lula com o receituário vencido. 

Na economia, Lula aconselhou o petismo a virar a página. Avalia que, vencida a etapa do ajuste fiscal, deve-se trombetear a agenda do crescimento econômico. Disse isso horas depois de a Petrobras anunciar que decidiu lipoaspirar seus investimentos em 37% e vender US$ 42,6 bilhões do seu patrimônio para fazer caixa. 

Na política, o morubixaba da tribo petista aconselhou a infantaria partidária a erguer a cabeça e partir para cima da oposição. Mais cedo, o doutor Sérgio Moro, juiz da Lava Jato, avalizara um acordo de colaboração do lobista Milton Pascowitch. Apontado PF como operador de propinas da Construtora Engevix para o PT e para petistas como José Dirceu, Pascowitch é o 18º delator das petrorroubalheiras. 

De resto, Lula disse que o governo Dilma vive momentos dramáticos e precisa ser defendido pelo PT. Dias atrás, reunido com religiosos, o mesmo Lula soara como líder da oposição. Dissera que o prestígio de Dilma está “no volume morto”. E o do PT, “abaixo do volume morto”. 

Não bastasse cavalgar uma agenda vazia, Lula ainda ofende a inteligência alheia. No seu enredo, todos são culpados pela encrenca em que o petismo se meteu, menos ele. Esse comportamento é inútil, desonesto e paralisante. 

É inútil porque já não há quem ignore que a engrenagem que assaltou a Petrobras foi estruturada na sua gestão. É desonesto porque desconsidera que o fiasco econômico foi produzido por uma criação sua: o mito da gerente impecável. É paralisante porque o PT não sairá do lugar enquanto Lula não enxergar no espelho a imagem de um cúmplice da conversão do partido numa máquina coletora 100% financiada pelo déficit público. 

Lula manda sua tropa à guerra sem fornecer a munição. Não deu uma mísera explicação, por exemplo, sobre os pacotes de dinheiro que o empreiteiro-delator Ricardo Pessoa disse ter levado ao seu comitê de campanha em 2006. Nenhuma palavra também sobre as palestras que ninguém viu e que fizeram dele uma espécie de sócio-atleta do clube das empreiteiras. 

Antes de falar aos congressistas do PT, Lula reunira-se com o marqueteiro João Santana, aquele que vendeu Dilma por lebre na campanha presidencial do ano passado. Nesta terça-feira, antes de deixar Brasília, o grande líder terá um encontro reservado com o velho e bom aliado Renan Calheiros. Nesse ritmo, Lula acaba alcançando o objetivo de virar a página. Para trás.
(Josias de Souza)

Lobista que pagou R$ 400 mil de empresa de Dirceu faz delação e deixa prisão

Milton Pascowitch, preso desde abril pela Lava Jato, decide contar o que sabe do esquema de propinas na Petrobrás
Ricardo Brandt e Talita Fernandes, O Estado de S.Paulo
Lobista Milton Pascowitch, preso pela Lava Jato, acusado de pagar propina (Foto: Sergio Castro / AE)

O lobista Milton Pascowitch, que atuava como operador de propinas da construtora Engevix Engenharia, fechou acordo de delação premiada com a força-tarefa da Operação Lava Jato e deixou a prisão nesta segunda-feira, 29.
Ele se dispôs a confessar corrupção e lavagem de dinheiro e a contar o que sabe sobre o esquema de desvios na Petrobrás, em troca de uma possível redução de pena. Acusado de operar pagamentos de propina para a empreiteira Engevix, Pascowitch é dono da Jamp Engenheirose pagou R$ 400 mil do imóvel comprado por José Dirceu, onde funcionava a sede da empresa de consultoria do ex-ministro da Casa Civil (governo Lula), em São Paulo, a JD Assessoria e Consultoria Ltda.
A compra do imóvel da JD Assessoria é alvo central de inquérito da Polícia Federal que apura corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo Dirceu, a JD e seu irmão e sócio Luiz Eduardo Oliveira e Silva. Comprado por R$ 1,6 milhão, no ano em que ele começava a ser julgado no processo do mensalão pelo Supremo Tribunal Federal, Dirceu registrou em cartório ter dado R$ 400 mil de recursos próprios no negócio.

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Classe médica não é classe média - *Marcelo Simoni Pereira -

Este texto busca despertar reflexões acerca da situação da saúde em nosso país, mais especificamente do acesso às consultas médicas. O objetivo é responder à pergunta: até que ponto a classe médica se compromete com essa questão?

Não é necessário destacar que não há médicos suficientes para atender a população. No município em que moro, cidade de médio porte, no sul do Estado de Minas Gerais, algumas especialidades médicas simplesmente não existem (proctologista é um exemplo, apesar de todos os homens de média idade necessitarem desse profissional) e, mesmo as especialidades ofertadas provavelmente não podem atender o paciente num prazo minimamente decente, mesmo que o cidadão tenha um bom plano de saúde.

Algum leitor poderia pensar: “somente quem tem boas condições financeiras, para arcar com os altos custos de uma consulta particular, é quem consegue uma vaga ou um encaixe com um médico mais rapidamente”, mas esse pensamento também não corresponde à realidade. Até mesmo consultas particulares estão difíceis para prazos curtos.

Primeiramente não é difícil dizer porque os médicos são, dentre todos os profissionais de saúde, os que cobram maior valor por suas consultas (apesar de todas as profissões que lidam com saúde serem de relevância singular): a causa é justamente por serem os médicos tão escassos. Trata-se da lei da oferta e da procura; bastaria haver mais médicos, como o que ocorre com as demais profissões de saúde, para que o valor de uma consulta se tornasse mais popular.

No setor público, os médicos, em média, recebem acima de cinco vezes o que ganham os demais profissionais da área da saúde; não há dúvida de que é a escassez de médicos que faz com que os órgãos públicos tenham que gastar mais para mantê-los nos consultórios. Já os médicos, nem sempre cumprem a carga-horário estabelecida nos estatutos, oferecendo menos tempo de atendimento à população ainda que sejam remunerados acima da média em relação a outros profissionais. 

A análise para saber porque há tão poucos médicos disponíveis não é tão simples e carece de aprofundamento. Acredito que nem todos os médicos estejam empenhados diretamente em manter a oferta de sua profissão escassa, mas o Conselho Federal de Medicina e os Conselhos Regionais, com a concordância/negligência do Estado, podem ser responsabilizados pela política de não popularização da profissão. 

Sabemos que os trâmites burocráticos, para se criar uma faculdade de medicina, são infinitamente mais complicados do que de qualquer outra profissão; também sabemos que a fiscalização em torno das faculdades de medicina existentes é rigorosa (o que é bom, para que se tenha um mínimo de qualidade), mas sabemos também que, uma vez detectado algum problema, ao invés de tentarem acompanhar e investir forças para sanarem a irregularidade, os cursos são suspensos com maior facilidade que os das demais profissões. 

Outra questão importante que deve ser trazida à análise é referente aos valores cobrados para se graduar em uma faculdade de Medicina. Os custos são absurdamente superiores aos de qualquer outra profissão e, pela escassez de faculdades públicas, a profissão de medicina se torna elitizada (pessoas de origem da classe alta são as que mais frequentemente se tornam médicos).

Por último, gostaria de apontar mais um fator que desfavorece a oferta de médicos no mercado: trata-se do fato que, por ser uma profissão que goza de prestígio e status e por ter contato direto com um grande número de cidadãos, muitos médicos enveredam para a política, tornando-se vereadores, prefeitos, deputados e senadores.

Esta última questão tem duas implicações, uma talvez menos grave: o fato de um médico a mais no cargo de político representa um médico a menos nos consultórios; a outra implicação, talvez a mais séria de todas as abordadas neste texto, diz respeito às consequências após tornarem-se parlamentares (é fato que há um número considerável de médicos no Congresso Nacional): eles passam a ser responsáveis pela elaboração das políticas públicas, inclusive as referentes à saúde, ou seja, são os médicos eleitos que elaborarão as leis que disciplinarão toda a esfera de atividade que envolve a saúde. Seria ingenuidade esperar que medidas de parlamentares médicos sejam tomadas para desfavorecer sua classe (aumentar o número de médicos no país) e atender a sociedade.

Pelo exposto e analisado neste texto, parece que a classe médica se encontra quase blindada em seus interesses privados, e seria difícil esperar uma mudança nessa configuração que parta da própria classe médica ou dos políticos médicos.

Termino, prezados leitores, dizendo que há esperança em conseguirmos um acesso mais rápido aos consultórios médicos, mas dependerá diretamente da participação popular, da pressão e cobrança que fizermos aos políticos, para que eles despertem para esta delicada questão que envolve a classe médica.

*Marcelo Simoni Pereira é Mestre em Letras. msimonipereira@yahoo.com.br

TRÊS CORAÇÕES: CAMINHÃO SEM COLETOR VOLTA A CIRCULAR NA COLETA DE LIXO

Mais uma vez o caminhão caçamba faz a coleta de lixo. Este da foto fazia a coleta pelo Peró, e esparramava pelas ruas o fétido chorume, além de levar risco ao gari que fica sem amparo para se segurar.
O prefeito gastou uma nota preta na compra dos caminhões de coleta de lixo que constantemente quebram, mostrando que suas aquisições não foram estudadas, como era o esperado, o negócio era comprar.

Subindo no palanque

Pululam informes dizendo que o ex-presidente Lula rompeu de vez com Dilma e que chega hoje em Brasília para unir a companheirada contra ela. É a velha história do criador ceifando a criatura. A propósito, Ricardo Noblat hoje n'O Globo sugere que Lula negociará com o PMDB a substituição de Dilma por Temer. Tudo para em 2018 estar apto para se candidatar. A conferir.
(Migalhas)

BOLETIM ACE: SEBRAE


Guido Mantega é novamente hostilizado em restaurante

FRASE DO DIA

"Ladrão, palhaço, sem vergonha.
Vocês acabaram com o país"

DE UM FREGUÊS DE RESTAURANTE EM SÃO PAULO SE DIRIGINDO, ONTEM, NA HORA DO ALMOÇO, AO EX-MINISTRO GUIDO MANTEGA, DA FAZENDA

domingo, 28 de junho de 2015

Dilmistas em ação

Novo capítulo entre criador e criatura: agora, lulistas acham que a presidente Dilma Rousseff acredita que poderá ter clemência da oposição à medida que se afastar de Lula. Por isso, ele mandou um recado ao chamadonúcleo duro do Planalto. Já dilmistas ortodoxos começam a achar que ela deve responder e quaisquer novos ataques de Lula, com muita polidez, mas com total energia. Seria o suficiente para manter o ex-presidente mais a distancia.
(Giba)

sábado, 27 de junho de 2015

Planalto monta linha de defesa frágil para Dilma

Josias de Souza
Ao confirmar que transferiu R$ 7,5 milhões do dinheiro roubado da Petrobras para a tesouraria da campanha presidencial de Dilma Rousseff em 2014, o empreiteiro Ricardo Pessoa transformou a presidente da República numa personagem irreconhecível —uma mistura de administradora ingênua com candidata distraída. Na presidência do Conselho de Administração da Petrobras, Dilma não viu a ação dos assaltantes. No palanque eleitoral, usufruiu do produto do roubo.
Consumado o constrangimento, o Planalto montou uma linha de defesa precária. Nesse enredo, a presidente continuará fazendo pose de aliada dos investigadores. Repetirá que a Lava Jato só avança porque os governos do PT criaram as condições. Tomará distância do caixa de sua campanha, mas ecoará o discurso de que o dinheiro da eleição foi 100% legal. E seus auxiliares cuidarão de realçar que as construtoras enroladas doaram verbas também a candidatos da oposição.
Essa linha de defesa é frágil porque exige que a plateia aceite Dilma como uma cega atoleimada. E supõe que a Procuradoria, o STF o próprio TSE aceitarão passivamente a conversão da Justiça Eleitoral em lavanderia de verbas mal asseadas. Se tudo funcionar como planejado, Dilma chega ao final do mandato como uma presidente de desenho animado.
Às vezes parece faltar-lhe o chão. Mas Dilma continua caminhando no vazio. Se reconhecer que está pisando em nada, despencará. Acha que, simulando que não se deu conta, conseguirá atravessar o abismo. Torce para que ninguém estranhe nada e para que não lhe façam muitas perguntas. Só não pode olhar para baixo.

TRÊS CORAÇÕES: VANJA FERREIRA DEIXA A DIRETORIA DO COLÉGIO APLICAÇÃO (UNINCOR)

Parece que agora é certo. A diretora do Colégio Aplicação (UninCor), Vanja Ferreira, está deixando o cargo. A relação entre a Vanja e a maioria dos pais dos alunos nunca foi amistosa. A sua substituta poderá ser a professora Eugênia Reis, ex-Nova Geração (Grupo Unis).

Delator 'abre a comporta' e aponta 18 que teriam recebido dinheiro de esquema, diz revista

'Veja' listou nomes supostamente delatados por empreiteiro dono da UTC. Ricardo Pessoa teve acordo de delação premiada homologado pelo STF.
Do G1, em Brasília



Reportagem publicada na edição deste fim de semana da revista “Veja” relaciona os nomes de 18 políticos supostamente citados pelo dono da construtora UTC, Ricardo Pessoa, como beneficiados com dinheiro oriundo do esquema de corrupção na Petrobras.
A revista informa que teve acesso ao acordo de delação premiada assinado por Pessoa com o Ministério Público Federal. O acordo foi homologado na última quarta-feira (24) pelo ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF). 
O presidente da UTC, que está preso em regime domiciliar, é apontado como chefe do cartel formado por construtoras que combinavam entre si preços de licitações da Petrobras.
A reportagem afirma que o empresário disse ter usado dinheiro adquirido com o esquema de corrupção envolvendo contratos da Petrobras para fazer doações oficiais a campanhas de candidatos de PT, PTB, PMDB, PSDB e PP.
Segundo a publicação, Pessoa citou os seguintes nomes, com os respectivos valores que teriam sido doados:
- Campanha de Dilma Rousseff em 2014: R$ 7,5 milhões.
- Campanha de Luiz Inácio Lula da Silva em 2006: R$ 2,5 milhões.
- Ministro Edinho Silva (PT), ex-tesoureiro da campanha de Dilma: valor não informado.
- Ministro Aloizio Mercadante (PT): R$ 250 mil.
- Senador Fernando Collor (PTB-AL): R$ 20 milhões.
- Senador Edison Lobão (PMDB-MA): R$ 1 milhão.
- Senador Gim Argello (PTB-DF): R$ 5 milhões.
- Senador Ciro Nogueira (PP-PI): R$ 2 milhões.
- Senador Aloysio Nunes (PSDB-SP): R$ 200 mil.
- Senador Benedito de Lira (PP-AL): R$ 400 mil.
- Deputado José de Fillipi (PT-SP): R$ 750 mil.
- Deputado Arthur Lira (PP-AL): R$ 1 milhão.
- Deputado Júlio Delgado (PSB-PE): R$ 150 mil.
- Deputado Eduardo da Fonte (PP-PE): R$ 300 mil.
- Prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT-SP): R$ 2,6 milhões.
- Ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto: R$ 15 milhões.
- Ex-ministro José Dirceu: R$ 3,2 milhões.
- Ex-presidente da Transpetro Sergio Machado: R$ 1 milhão.
A colaboração de Pessoa com a Justiça vinha sendo ajustada há cerca de um mês. Os acordos de delação preveem que o acusado dê informações sobre delitos cometidos e aponte meios de obtenção de prova, em troca de redução de pena numa futura condenação.De acordo com "Veja", durante os depoimentos prestados em Brasília ao longo de cinco dias, Pessoa descreveu como financiou campanhas e distribuiu propinas.
O acordo de Ricardo Pessoa foi submetido ao STF devido à menção de nomes de autoridades com foro privilegiado – isto é, que só podem ser julgados pelo Supremo –, como ministros e parlamentares.
Campanhas presidenciais
Segundo relato da revista "Veja", o empreiteiro apresentou ao Ministério Público planilhas com os valores das propinas e contou como fazia os repasses.
De acordo com a publicação, ele disse que teve três encontros em 2014 com o atual ministro da Comunicação Social do governo Dilma, Edinho Silva, à época tesoureiro da campanha da petista.
Pessoa contou, diz a reportagem, que Edinho Silva afirmou a ele: “Você tem obras na Petrobras e tem aditivos, não pode só contribuir com isso. Tem que contribuir com mais. Eu estou precisando”.
O valor combinado foi de R$ 10 milhões, de acordo com a revista. O empresário teria informado que o acerto dos pagamentos foi feito diretamente com um servidor do Palácio do Planalto.
Primeiro, relata "Veja", houve dois depósitos, cada um de R$ 2,5 milhões, em 5 e 30 de agosto de 2014. Os outros R$ 5 milhões seriam pagos após as eleições, mas Pessoa só depositou a metade desse valor porque foi preso em novembro.
A reportagem diz também que o dono da UTC relatou às autoridades como eram feitos os pagamentos para a campanha de Lula em 2006. Segundo “Veja”, Pessoa disse aos procuradores do Ministério Público que, junto com um executivo da empresa, levava pessoalmente os pacotes de dinheiro para o comitê da campanha do ex-presidente.
Os repasses totalizaram R$ 2,4 milhões e, segundo Pessoa teria afirmado na delação premiada, eram combinados com José de Filippi Júnior, tesoureiro da campanha e hoje secretário de Saúde da Prefeitura de São Paulo.
Conforme o relato da revista, Pessoa combinava uma senha e uma contrassenha para não chamar atenção no comitê petista. Ao chegar ao local com o dinheiro, afirmou "Veja", ele dizia para quem o recebesse a palavra “tulipa” e, se ouvisse como resposta a palavra “caneco”, seguia para a sala de Fillipi Júnior.
Os valores, segundo o delator teria afirmado, saíam de uma conta de um consórcio na Suíça, que além da UTC contava com as empresas Iesa, Camargo Corrêa e Queiroz Galvão, todas investigadas na Lava Jato e detentoras de contratos milionários na Petrobras.
Vaccari Neto
Pessoa também falou aos procuradores, segundo a “Veja”, sobre encontros com o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, preso na operação Lava Jato em abril.
O empresário teria dito na delação premiada que conheceu Vaccari no primeiro mandato do ex-presidente Lula e que a relação se intensificou a partir de 2007. Pessoa informou, relatou a revista, que, por orientação do ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque, também investigado na Operação Lava Jato, passou a tratar de assuntos do esquema com o então tesoureiro.
Ainda de acordo com a reportagem, Pessoa contou que “bastava a empresa assinar um novo contrato com a Petrobras que o Vaccari aparecia para lembrar: ‘Como fica o nosso entendimento político?'”.
“Veja” diz que, na versão de Pessoa, ele e Vaccari se encontravam regularmente. O empreiteiro contou, segundo a reportagem, que Vaccari ia à sede da UTC e, nos encontros no gabinete de Pessoa, o ex-tesoureiro rabiscava em um papel os valores que pedia, para evitar ser gravado. Depois rasgava os papeis e jogava os restos em lixeiras diferentes.
Ainda de acordo com a revista, Vaccari deixava as reuniões com uma mochila cheia de dinheiro. Foi tudo filmado, segundo a “Veja”.
O empresário teria afirmado no depoimento em delação premiada que, em um único contrato com a Petrobras, o da construção do polo petroquímico Comperj, no Rio de Janeiro, a UTC repassou R$ 15 milhões em propinas ao PT.
Segundo ele, a empresa Odebrecht, também integrante do consórcio do Comperj, se comprometeu a pagar a fatia da propina destinada ao PP, de acordo com o relato da revista. 
CPI e TCU
Na delação premiada, segundo a “Veja”, Pessoa disse também que pagou R$ 5 milhões ao vice-presidente da CPI da Petrobras no Senado no ano passado, ex-senador Gim Argello (PTB-DF), a fim de que não fosse intimado a depor no colegiado.
O empresário também revelou, segundo narrou a revista, ter pago uma mensalidade ao advogado Tiago Cedraz, filho do atual presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), de R$ 50 mil a partir de junho de 2012. O TCU é responsável por fiscalizar contratos e obras do governo federal.
Segundo Pessoa teria declarado na delação premiada, ele pagava Tiago Cedraz para obter o que chamava de “informação de inteligência”. Em 23 de janeiro do ano passado o empresário chegou a pagar R$ 1 milhão ao advogado para que ele fizesse lobby no TCu a favor da UTC em um processo sobre a construção da usina nuclear de Angra 3.
O que dizem os políticos
Leia abaixo o que disseram políticos que teriam sido citados na delação premiada por Ricardo Pessoa, segundo a revista "Veja":
Aloizio Mercadante, ministro da Casa Civil
Tendo tomado conhecimento, nesta sexta-feira, 26, por meio de veículos de imprensa, sobre suposta citação ao meu nome em delação premiada do senhor Ricardo Pessoa, presidente da UTC, tenho a esclarecer que:
1. Desconheço o teor da delação premiada do senhor Ricardo Pessoa;
2. A empresa UTC, por ocasião da campanha ao Governo do Estado de São Paulo, em 2010, fez uma única contribuição, devidamente contabilizada e declarada à Justiça Eleitoral, no valor de R$ 250 mil reais, conforme demonstrado em minha prestação de contas aprovada pela Justiça Eleitoral. Essa doação foi feita em 27 de agosto de 2010, com recibo eleitoral nº 13001092079.
3. A empresa Constran Construções, que pertence ao mesmo grupo, fez uma contribuição, também devidamente contabilizada e declarada à Justiça Eleitoral, no valor de R$ 250 mil reais, conforme demonstrado em prestação de contas aprovada pela Justiça Eleitoral. Essa doação foi feita em 29 de julho de 2010, com recibo eleitoral nº 13001092017.
Assessoria de Imprensa
Aloysio Nunes Ferreira, senador (PSDB-SP)
Nota à imprensa sobre matéria da revista Veja
Brasília – A quantia mencionada nas reportagens que tratam da delação premiada do ex-presidente da UTC, Ricardo Pessoa, foi efetiva e legalmente arrecadada pelo comitê de minha campanha ao Senado em 2010. A doação foi feita conforme a Lei, consta da prestação de contas encaminhada à Justiça Eleitoral, sendo por ela aprovada e está publicada na Internet para conhecimento de todos, há mais de quatro anos. Não tenho, portanto, nada a esconder quanto a esse episódio, tampouco estou sendo acusado de coisa alguma.
Em 2010, não havia operação Lava Jato e eu, como a imensa maioria dos brasileiros, não tinha conhecimento das relações promíscuas entre a UTC e a Petrobras.
Nunca fui procurado por Ricardo Pessoa, nem antes e nem depois da campanha, para patrocinar pleitos junto à Petrobras, uma vez que, entre outras razões, é pública e notória a minha frontal oposição ao governo petista, à sombra do qual esse senhor prosperou. Aliás, não conheço Ricardo Pessoa; nunca o vi mais gordo e muito menos mais magro.
Fica a interrogação: a quem interessa, agora, misturar uma contribuição que seguiu estritamente os parâmetros legais (e há muito divulgada na Internet), com toda essa história sórdida, de dinheiro sujo, roubado da Petrobras por essa organização criminosa instalada no topo da empresa pelos governos do PT?
Aloysio Nunes Ferreira, Senador (PSDB-SP)
Brasília, 26 de junho de 2015
Arthur Lira, deputado (PP-AL)
Todas as doações feitas para a campanha do deputado Arthur Lira estão registradas.
Assessoria de imprensa do deputado Arthur Lira.
Benedito de Lira, senador (PP-AL)
A campanha de 2010 recebeu uma doação da empresa Constram Engenharia no valor de 400 mil reais, valor que está declarado na prestação de contas que o Senador Benedito de Lira entregou ao Tribunal Regional Eleitoral.
Ciro Nogueira, senador (PMDB-PI)
O G1 ligou entrou em contato com a assessoria do senador e, até a última atualização desta reportagem, não havia recebido uma resposta do parlamentar.
Edinho Silva, ministro da Comunicação Social
O Ministro Edinho Silva esteve com o empresário Ricardo Pessoa por 3 vezes para tratar de doações de campanha. A primeira, quando o conheceu, foi quando o empresário esteve no comitê da campanha em Brasília. O empresário, após o primeiro contato, organizou o fluxo de doações em 3 parcelas que totalizaram 7,5 milhões de reais. O Ministro Edinho jamais tratou de assuntos relacionados a qualquer empresa, ou órgão público com o referido empresário. As contas da campanha presidencial de Dilma Rousseff foram auditadas e aprovadas por unanimidade pelo Tribunal Superior Eleitoral.
Assessoria de Imprensa do Edinho Silva
Edison Lobão, ex-ministro e senador (PMDB-MA)
O advogado do senador Edison Lobão, Antonio Carlos de Almeida Castro afirmou que a reportagem repete delações anteriores que na opinião dele, já foram desmentidas. Segundo o advogado, “nem o Ministério público confirma as delações que estão sendo postas”. 
“Estamos vivendo a República das delações. Tirando o desgaste político, tecnicamente não me preocupa. As delações são tantas no Brasil que elas se entrelaçam e depois não se comprovam”, declarou.
Fernando Collor, senador (PTB-AL)
O G1 não havia conseguido contato com o senador até a última atualização desta reportagem.
Fernando Haddad, prefeito (PT)
O prefeito Fernando Haddad desconhece as informações relatadas e reafirma que as doações e despesas de sua campanha foram devidamente declaradas à Justiça Eleitoral. O saldo devedor, após o fim da campanha, foi absorvido e posteriormente quitado pelo Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores.
Assessoria de Imprensa – Secom
Gim Argello, ex-senador
O G1 não havia conseguido contato com o ex-senador até a última atualização desta reportagem.
João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT
A defesa de Vaccari diz que "não tem conhecimento oficial do conteúdo da delação premiada de Ricardo Pessoa.
Reitera que o Sr. Vaccari jamais solicitou doações ao PT, com origem ou destino de caixa dois.
Cumprindo seu dever de tesoureiro, a partir de 2010, o Sr. Vaccari solicitou doações, a pessoas físicas e jurídicas, destinadas ao Partido dos Trabalhadores, todas elas legais, por via bancária, com emissão de recibos e sob fiscalização das autoridades competentes".
José Dirceu, ex-ministro
NOTA À IMPRENSA
O ex-ministro José Dirceu reitera que o contrato com a UTC, assinado em fevereiro de 2012, teve o objetivo de prospecção de negócios para a construtora fora do Brasil, em especial no Peru e na Espanha. A UTC, em comunicado anterior, confirmou à imprensa que a JD Assessoria e Consultoria prestou serviços no exterior.
Importante destacar que a própria defesa de Ricardo Pessoa não confirma a autenticidade das planilhas e que não comentaria as informações porque a delação é sigilosa.
José de Fillipi, secretário de saúde de São Paulo e ex-tesoureiro de campanha de Lula (PT-SP)
Nota à Imprensa
Em relação às supostas informações prestadas pelo senhor Ricardo Pessoa em depoimento de delação premiada à Justiça, esclareço que:
Durante a campanha de 2010 mantive contatos de forma transparente com diversas empresas em busca de doações eleitorais, portanto legalmente registradas, incluindo o senhor Ricardo Pessoa;
Todas as doações feitas pela UTC foram realizadas via Transferência Eletrônica Direta (TED) e devidamente registradas e aprovadas pela Justiça Eleitoral;
Não solicitei e nem recebi doação que não seja legal;
Os dados das prestações de contas são públicos e estão disponíveis no site do TSE para consulta
Atenciosamente,
José de Filippi Jr.
Júlio Delgado, deputado (PSB-MG)
Repudio veementemente qualquer esforço de vinculação de meu nome aos esquemas de corrupção que sustentam o mercado negro da política e corróem o caráter do Estado Brasileiro.
Essa tentativa de intimidação não vai alterar minha postura parlamentar, muito menos influenciar em minha atuação na CPI da Petrobras. Até o último suspiro da Comissão vou trabalhar incansavelmente para investigar as organizações criadas para desviar recursos públicos, e cujas consequências são sentidas por toda a sociedade brasileira.A doação feita pela empresa UTC, e inapropriadamente creditada a mim, foi destinada, na verdade, ao Diretório Estadual de Minas Gerais do Partido Socialista Brasileiro (PSB).
Não recebi qualquer quantia oferecida pela empreiteira. Esses valores foram distribuídos entre pouco mais de uma dezena de candidados do partido, nenhum centavo foi transferido à minha campanha, e todas as operações estão declaradas à Justiça Eleitoral.
PT
A Secretaria de Finanças do PT informa, por intermédio de sua assessoria de imprensa, que todas as doações recebidas pelo partido aconteceram estritamente dentro da legislação vigente e foram posteriormente declaradas à Justiça.
Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro
Por meio de sua assessoria de imprensa, o ex-presidente da Transpetro Sergio Machado informou que "nega com veemência a acusação" publicada pela revista Veja.
Tiago Cedraz, advogado
O G1 não havia conseguido contato com o advogado até a última atualização desta reportagem. Em nota, o TCU disse que, no processo no qual Tiago Cedraz supostamente havia feito lobby em favor da UTC, o ministro relator Raimundo Carreiro "agiu agiu com todo o rigor técnico que o caso exigia, tendo recomendado correções, exigido acompanhamento por parte da unidade técnica do tribunal e inclusão do empreendimento no rol de obras constantes do planejamento de fiscalização de obras do TCU".